quinta-feira, 24 de julho de 2008

CHEIRO DE PÓLVORA 3 (REPOSTAGEM)

Evo Morales tem cumprido o que prometeu para a população boliviana! Através de um populismo energético, tem feito grandes carnavais ao longo do processo de nacionalização do gás.
Desenho de Hector Salas
Dessa vez, anunciou que as exportações serão controladas pela Bolívia, e não mais pela Petrobrás. Outro carnaval por lá, mesmo sabendo que isso já havia sido anunciado durante a campanha.

Nada disso é problema, desde que ao longo dessa nacionalização, os países que investiram bilhões de dólares sejam indenizados e, claro, concordem com as indenizações.
Brasil, Argentina e Chile são os grandes compradores de gás, sendo o primeiro o maior comprador e maior investidor.

A equação que Evo Morales terá que pensar é como nacionalizar o gás boliviano sem brigar com seus compradores. Lembrando que o gás vem por gasodutos caros e com infra-estrutura já instalada. Outro ponto é saber se a Bolívia tem dinheiro e mão de obra para manter os contínuos avanços tecnológicos que essa venda demanda.

Fato é que a Bolívia merece e deve nacionalizar seu gás, mas sem desrespeitar acordos firmados, e se possível, sem fazer carnaval populista para chamar a atenção.
Porque você acha que Hugo Chavez e Evo Morales exasperam a imagem de salvadores da pátria?

Um comentário:

amanda g. disse...

ô Thiago..
comenta a parada que saiu aí de que Hugo Chavéz vai nacionalizar (ou nacionalizou) o petróleo da Bacia do Orinoco.

bj