quinta-feira, 24 de julho de 2008

SEXTA FEIRA 8 (REPOSTAGEM)

Por falar em Gliese e tentativa de fuga da Terra, lembrei imediatamente do Second Life, do Orkut e a vontade de escapar da realidade que somos. As diferentes formas de estimular sonhos e irrealidades são tratadas em filmes, hqs, games e simulacros em geral. Na nossa irrealidade, podemos ser o que queremos escolhemos entre ter assas, super poderes e tudo o mais... Fato é que os simulacros têm um enorme poder de sedução, por oferecer o que não existe!
Como dizem os racionais: acorda truta, aqui é capão redondo, não o pokemon!

Aqui, do lado de fora as couves são diferentes, e geralmente mais difíceis que a simulação! E o mundo precisa de você, que é uma pessoa inteligente, disposta, e que lê o TKGEO, para ao menos tentar melhora e arrumar a casa!!!

Mas como é sexta, chega de pregação!!

O azul profundo é um quadrinho do Warren Ellis que trata de simulacro e de como negar a realidade e seu entorno, vira uma obsessão! Isso é a idéia, mas o enredo tb é duca!

Aqui para baixar um pusta disco do Stell Pulse, que se chama handsworth Revolution! Peguei o link no Funkylandia! Vá até lá também e justifique o preço da memória do seu mp3!

4 comentários:

Venna disse...

-a primeira imagem me lembra janela secreta, com o depp. já assistiu?
-a segunda me diz 'você não vai me dar o carrinho papai? você não me ammmaaaaa ~~~~~~~;'
-3º: é realmente, é fortemente tentador adiquirir caracteristicas que gostaríamos de ter e achar que enganamos alguem ao usá-las nesses 'simulacros' hehe

beijo, bom fds! (;

marcela disse...

ora, eu acho que além dos simulacros (adorei essa palavra) e do orkut, a própria imagem exterior que a gente passa é uma irrealidade. ninguém compra suas roupas baseando-se nos seus próprios defeitos certo? só nas próprias qualidades, tipo, a banda que você gosta, ou a marca hype do momento. até as músicas do mp3 mesmo. é uma tentativa meio frustrada de buscar o melhor de si, já que, em segredo, as pessoas gostam sim de coisas 'mal-vistas' pela sociedade por não seguirem os altos-padrões. auto-enganação, acho eu.
mas enfim, eu espero que a arte do azul profundo seja mais bonita do que essa de capa aí. :*

Maíra Arrais disse...

hum. essa primeira imagem parece com a casa do frodo do senhor dos anéis. =P

Anônimo disse...

a toca de Bilbo...