segunda-feira, 11 de agosto de 2008

NARRADORES 16 – HIDRELÉTRICAS


  • O Brasil também tem seu projeto polêmico, a usina do rio Madeira, em Rondônia.
  • 5 bilhões de Reais para 3900 MW (Jirau) e 3500 MW na segunda (Santo Antonio).
  • Segundo o governo, os benefícios serão:
    Integração de Infra-Estrutura Energética e de Transporte Brasil, Bolívia e Peru;
    Acréscimo de 4.225 km de rios navegáveis a montante (direção oposta as águas) de Porto Velho (Brasil, Bolívia e Peru);
    Geração de energia em quantidade expressiva e de baixo custo (Brasil – 7.480 MW, binacional ~3.000MW em estudo);
    Consolidação de Pólo de Desenvolvimento Industrial do Agrobusiness na região oeste;
    Interligação elétrica dos estados de Rondônia, Acre, Mato Grosso (oeste) ao Sistema Elétrico
    Interligado Brasileiro e Amazonas (eventual – em análise)
    (http://www.federativo.bndes.gov.br/conhecimento/seminario/caf_20.pdf)

Nenhum comentário: