terça-feira, 2 de setembro de 2008

SEM SABER O NOME, SEM SABER PRA ONDE E NEM DE ONDE VEIO

O começo do segundo semestre é cheio de problemas climáticos e cíclicos! É nesse período do ano que começam os furacões no mar do Japão, que atingem o referido, a China e as Coréias. A mesma coisa ocorre no mar do Caribe, que faz rapa nos países caribenhos e no Sul dos EUA!

A essa altura você já sabe que climas temperados no hemisfério Norte estão no verão durante o mês de Julho, tão quentes como secos! Ao final da estação, os mares rasos ficam muito quentes e provocam uma área de baixa pressão magaultrasuperblaster intensa, que resultam nos tais!
Mas o impressionante, pra mim pelo menos, é o fogo! Queima tudo democraticamente, florestas, mansões, favelas, bichos, plantas, bombeiros, heróis, osamas e capitães nascimentos.

O fogo se faz presente não só nos climas temperados, esta também nos climas tropicais como os da terra brasilis! Em ambos os casos a gênese mora na secura do ar!
Se no clima temperado, os verões são secos (Julho), nos tropicais do sul, julho é inverno, e seco!

Tanto é que florestas espanholas, portuguesas e gregas ardem em Agosto (ápice da secura); nos EUA, os astros de róliudi, o pica pau, zé coméia e xuasnéguer fogem como ratos do fogo, sempre no meio de Agosto (esse ano atrasou um pouco mais, estão queimando hoje); no Brasil, áreas de cerrado (as poucas que sobraram) queimam no final do inverno como florestas tropicais no paraná!
(O FOGO- NAÇÃO ZUMBI)
O fogo anda comigo – nação, de novo!
Wiser
In flamers, in flame
O fogo queima
Sem saber o nome
Sem saber pra onde
Nem de onde veio
O fogo anda comigo
The fire walks whith me
Speaking though the fire
Thinking in flames
Ever since
Life is on fire
I've been living in flames
In the middle of the heat
Fire walks whith me
Ando com o fogo
Fire walks with me
O fogo anda comigo

Nenhum comentário: