sexta-feira, 5 de setembro de 2008

CHAVES, EXPORTAÇÕES E G1

Esse post tem dois objetivos!
Primeiro, colaborará com seu conhecimento sobre parte do comércio brasileiro e poderá linka-lo com a parte do conteúdo de geopolítica, onde discutes-se como relações comerciais são absolutante politizadas, vide relação comprador-vendedor do gás boliviano.

Descubra o tamanho das exportações de automóveis para a Venezuela e os supostos motivos que farão o crescimento das exportações brasileiras para o país setentrional diminuirem!


Um outro ponto relevante nessa postagem, é a forma clássica e absolutamente óbvia de dar a informação e formar a opinião ao mesmo tempo. Ao versar sobre a relação comercial entre Brasil e Venezuela, o site de notícias G1, da Globo, apresenta uma reportagem do Valor Econômico, e deixa claro o quanto não gosta de Hugo Chávez. Note à quais palavras o nome do presidente está relacionada! “desconfiança, burocracia e dificuldade de comprar dólares!


Pode até ser verdade, mas na hora de dizer que o consumo de carros na Venezuela está aumentando, os motivos recaem sobre a alta do preço do petróleo!


Ou seja, segundo o G1, DA GLOBO, o Chávez é a parte errada, que atrapalha! Inclusive o referido país sempre figurou entre aqueles de peso, e depois do Chávez isso tudo caiu, a Venezuela piorou, mas estranho esse país que piorou com o chávez e cresceu o nivel de importações de carro e queda brusca no analfabetismo.


Ah é, os produtores devem estar desconfiados e por isso não investem!

Deve ser isso.


E isso que eu nem gosto Chávez! Mas esse tipo de edição da pra fazer até com alunos da oitava série!
Aqui a notícia do G1

Nenhum comentário: