sexta-feira, 26 de setembro de 2008

IMIGRANTES NA ITÁLIA

Senado da Itália apóia expulsão de imigrantes
DA REDAÇÃO - FOLHA DE SP

O Senado italiano aprovou na noite de ontem moção de confiança ao premiê Romano Prodi e seu polêmico pacote de segurança, que permite a expulsão de cidadãos europeus considerados "perigosos para a sociedade". Caso a medida, aprovada por 160 votos a 158, tivesse sido derrotada, Prodi seria forçado a renunciar. O pacote irá agora para votação na Câmara.
Prodi, que lidera uma frágil coalizão de centro-esquerda, adotou no mês passado um decreto emergencial autorizando a expulsão de estrangeiros pelas autoridades locais.

Acusada de racista por alguns parlamentares do próprio governo, a medida foi uma resposta ao acirramento das tensões entre imigrantes e italianos, após o assassinato de uma mulher de 47 anos por um cigano romeno.

Desde que a medida entrou em vigor, 200 romenos foram deportados. Nenhum europeu ocidental foi expulso no período. A Itália vivencia um aumento exponencial na imigração desde a entrada de países do leste na União Européia.

Muitos italianos atribuem aos recém-chegados a responsabilidade pelo aumento da violência e exigem um maior controle no fluxo migratório pelo governo.

Um comentário:

capitão disse...

esses italianos sabem oq fazem heim...

flw...