segunda-feira, 2 de junho de 2008

FOME DE TUDO

A querida e nômade Amanda me mandou o link(DESSE BLOG) com essas imagen (MAIS AQUI) postadas abaixo.

Primeiro, familia agradece indicação e a colaboração.

Outra coisa é o que as imagens podem nos dizer e o que podemos refletir sobre comida, comer e produzir.

Já foi dito aqui, mais de uma vez, que o consumidor é o ponto final de todo sistema produtivo, por isso, parte integrante do mesmo.

O seu consumo (meu também) é o que move o capitalismo, mas há uma diferença em consumir ou ser um maníaco gastador que precisa demonstrar seus produtos para suprir a falta de algo que a pessoa em questão não consegue de outra forma.


Então queridos, além de consumir com mais vagar, é legal saber a origem e o fabricante do que consumimos, para que o dinheiro vá a quem você realmente ache que é merecedor.
Claro que há produtos impossíveis de serem substituidos, mas os alimentos não.


Comeremos pão de trigo importato (cerca de 4000 km) todo dia e para sempre? Ou será possível optar por matérias primas mais próximas e que rendam algum dinheiro aos plantadores de macaxeira, milho....

2 comentários:

CaPiTãO disse...

pão de milho é bem legal mesmo...

mais, eu já fui adestrado...
o pão frances é impresendivel.

uma pena.
tentar mudar isso nas proximas gerações.


flw.

Lucas disse...

As fotos são muito interessantes..
Legal vê as comidas de outra forma.. sempre as achei tão dócil..:S

O fato de minha mãe comprar o pão e não ligar muito para esses argumentos de "onde isto ou aquilo foi produzido" são fatores determinantes para eu comer pão francês.:}