terça-feira, 30 de setembro de 2008

Savana -Mano TV

gazela vida loka da savana!

BIOMAS 32 - E POR FALAR EM MUNDO!!!

BIOMAS 30 - SAVANAS

  • Biodiversidade rica.
  • Queimadas naturais fertilizam os solos.
  • No Brasil, grande parte do cerrado foi substituído por plantações de soja.

BIOMAS 29 - SAVANAS E CERRADOS


  • As savanas são caracterizadas por verões chuvosos e invernos secos, típicos de climas tropicais.
  • Latitudes inter tropicais.
  • Vegetação rasteira, e árvores pequenas

BIOMAS 28 - SEMI--ÁRIDOS


  • No médio vale do rio São Francisco, a fruticultura para exportação tem ganhado cada vez mais espaço.
  • Na medida que as terras passam ás mão de capitais internacionais, os ex-agricultores passam a ser mão de obra das suas ex-terras.
Note que na foto existem elementos bem diversos, como parrerais ao lado de coqueiros e primaveras gigantes (a flor rosa é a dita cuja gigante).

BIOMAS 27 - SEMI-ÁRIDOS


  • As cisternas do Semi Árido brasileiro permitem que o sertanejo guarde água nos períodos de estiagem.
  • Caprino cultura e mamona para biodiesel são novas opções econômicas.

BIOMAS 26 - SEMI-ÁRIDOS

(road runner - papa léguas)
  • O Semi Árido, pode estar localizado no entorno dos desertos, no contorno de savanas ou podem aparecer isolados.
  • A falta de umidade é menor que os desertos e decorre de bloqueios naturais (como chuvas orográficas, ou massas de ar continentais secas) que impedem a chegada de umidad na região.

BIOMAS 25 - DESERTOS


  • Os desertos estão localizados em áreas tropicais, mas a falta de pluviosidade é resultado diretos de outros fatores como influencias de correntes marítimas frias, massas de ar continentais e chuvas orogfráficas.
  • Compares as áreas de influência das correntes frias com as áreas deserticas dos dois mapas.
  • Podem ser desertos gelados e montanhosos ou quentes e de areia.

BIOMAS 24 - DESERTOS


  • Os desertos são caracterizados por uma grande amplitude térmica, muito pouca unidade e uma biodiversidade muito pequena.

BIOMAS 23 - FLORESTAS TROPICAIS - EQUATORIAIS


  • Muitos conflitos pelo direito de exploração da Amazônia.
  • Índios, garimpeiros, posseiros, grileiros, seringueiros e fazendeiros de Soja disputam palma a palmo e com violência o direito de uso da terra.

BIOMAS 22 - FLORESTAS TROPICAIS - EQUATORIAIS


  • Garipeiros em confronto com a policia pelo direito de explorar escudos cristalinos da região amazônica, onde esta a floresta amazônica.
  • A fronteira agrícola do Brasil avança em direção a floresta.
  • Aqui, posseiros “implementando” a agricultura familiar excluída, e seringueiro explorando a floresta de maneira sustentável.

BIOMAS 21 - FLORESTA TROPICAIS - EQUATORIAIS


  • Amazônia perde suas florestas para novas plantações de soja, quando associado a caça, leva várias espécies a extinção.
  • Gorilas, do congo, vivem em florestas equatoriais como a amazônica.

BIOMAS 20 - FLORESTAS TROPICAIS - EQUATORIAIS

(focos de queimadas na amazônia)



  • Floresta amazônica é a maior reserva de biodiversidade do planeta. Levando em consideração a formação original, a mata atlântica tinha uma biodiversidade maior na medida em que é regida por uma gama maior de variações climáticas.

Vegetação muito parecida entre as diferentes florestas. todas são formadas por ombrófilas densas (perenes e latifoliadas) e epifitas (orquideas e bromélias).

Nessas duas fotos estão representadas florestas ombrófilas densas do sudeste asiático (vietnã). note a semalhança com a vegetação da floresta amazônica.



BIOMAS 19 - FLORESTAS TEMPERADAS - MEDITERRÂNEA


  • Apesar de mais úmido que as florestas temperadas, o período de seca é propenso a seca da mesma maneira, e isso suscita em enormes queimadas, principalmente nos Estados Unidos e espanha .
  • a madeira foi usada desde as grandes navegações e para alimentar as máquinas da revulução industrial, de modo que existem poucas áreas florestadas com esse bioma. a maior parte está localizada em parques de preservação.

BIOMAS 18 FLORESTAS TEMPERADAS - MEDITERRÂNEAS


  • Bioma muito próximo ao clima temperado.
  • Maritimidade interfere direto na amplitude térmica.
  • Biodiversidade rica, incluindo ecossistemas litorâneos.

BIOMAS 17 FLORESTAS TEMPERADAS


  • Em climas temperados, as estações do ano são absolutamente bem definidas, de modo que as espécies que lá vivem, reagem sob seu regimento.
  • Primevera, quando os animais e plantas despertam do período de hibernação, com fome literal e matefórica. árvores florescendo, verdes, abelhas, esquilos, ursos... todos saem da toca para comer...
  • verão muito quente, suscitando possiveis queimadas.
  • outono é o período de trabalho, quando as espécies se preparam para o periodo de hibernação, como a fábula da formiga e da cigarra.
  • inverno rigoroso.

BIOMAS 16 - FLORESTA TEMPERADAS



  • Vegetação decídua.
  • Biodiversidade rica, principalmente pelas variações de temperatura.
  • Florestas praticamente extintas na Europa e EUA.
  • Verões muito secos e quentes.
  • Invernos rigorosos e úmidos.
  • Meio ambiente da Walt Disney e turma do Zé Colméia.



BIOMAS 14 CONÍFERAS, BOREAL OU TAIGA


  • No Brasil, as Araucárias são originárias de grandes altitudes em latitudes subtropicais. Podem ser regidas pelo clima subtropical ou tropical de altitude.
  • Atualmente, a floresta de araucárias no Brasil esta quase extinta, seu uso atual está relacionado a indústria de papel e num passado recente, foi devastada para construção de casa e móveis de imigrantes italianos, alemães e nórdicos que vieram para a região ao longo do século XX.

BIOMAS 13 CONÍFERAS, BOREAL OU TAIGA


  • Vegetação uniforme.
  • Muito usada no desenvolvimento industrial dos países do norte. Tanto no indústria de papel e celulose, móveis e como madeira para caldeiras indústriais e termoelétricas.

BIOMAS 12 CONÍFERAS, TAIGA OU BOREAL


  • Biodiversidade não muito grande, devido a pouca variedade de árvores.
  • A coruja ai em baixo, fica ao norte da conífera. Disputa alimentos com águias e lobos.

BIOMAS 11 CONÍFERAS, TAIGA OU BOREAL


  • Latitudes altas.
  • Invernos longos e frios.
  • Canadá, norte oriental da Europa e norte da Ásia.
  • Formação florestada.

BIOMAS 10 TUNDRAS


  • Nas partes mais ao norte, a caça as focas causam polêmicas.
  • Por um lado, esquimós tradicionais dependem da caça para sobreviver. Por outro, a indústria alimentícia e de peles explora a difícil fiscalização.

BIOMAS 9 - TUNDRAS


  • Mamíferos e aves se localizam nas partes mais ao sul das tundras, principalmente nos invernos.
  • ao bem da verdade, essas espécies são tradicionais das coníferas, mas no verão podem migrar até as tundras para ver o que rola por lá.

BIOMAS 8 TUNDRAS


  • A vegetação aparece nos curtos verões.
  • Formada por gramíneas nas partes mais ao sul.
  • Musgos e liquens nas partes norte.

BIOMAS 7 TUNDRAS


  • Extremas latitudes.
  • Invernos longos.
  • Verões curtos.
  • Pequena biodiversidade.

BIOMAS 6 - PAMPAS OU PRADARIAS


  • Os pampas são áreas muito férteis, com clima subtropical, ou seja, duas estaçõ~es bem definidas pela temperatura. verão quente e nverno frio. ambas as estações são chuvosas.
  • A Argentina, ao Norte tem clima tropical seco principalmente na encostas dos Andes, onde o clima é semi-árido no sopés dos Andes e frio de montanhas nas maiores cotas altimétricas.
  • no Brasil, os pampas ficam no extremo Sul da zona Austral, regidas pelo clima subtropical e pelas massa polar atlântica (inverno) e massa tropical atlântica (verão).
  • Formado por coxilhas (relevo de colinas) e com vegetação de gramíneas, os pampas tem uma produtividade agrícola enorme.