quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Freiburg Dancing

Para voces irem vando alguma coisa sobre freiburg publico esse video onde tem um cretino dancando em varios pontos da cidade.

quase um city tour.

ja me falaram que esse cara gosta de ir varias partes do mundo para fazer essa danca, sei la qual que é a dele.

em todo o caso, se ele morar por aqui e ficar fazendo isso, nao vai ter jeito....


...PEDALA ROBINHO...

ou ppior ainda... SAMBA TEVEZ!

e da lhe tapao nas oreia!

a parte boa, é que o video mostra claramente que os alemaes, ou esse alemao tem bom humor!!

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

INDO!

AMIGOS,
ESTOU POSTANDO DO AEROPORTO, NAS BORDAS DE UMA NOVA JORNADA!
PROVAVELMENTE FICAREI UNS DIAS SEM POSTAR, MAS QUANDO ESTIVER CONECTADO NOVAMENTE VOLTO PARA ME DESPEDIR OFICALMENTE DE VCS E DO BLOG!

NESSE DIA, PROVAVELMENTE INAUGURAREI O NOVO BLOG SOBRE E SOB A NOVA JORNADA!

O CAÇULA JÁ TEM NOME!!! WWW.TUDONOSSO77.BLOGSPOT.COM , AS BOAS NOVAS VIRÃO POR ELE.

POR ENQUANTO, PARA QUE NOSSA VIDA SEJA MENOS ORDINÁRIA, ACOMPANHAREMOS O http://fomedemundo.blogspot.com/, DO MEU IRMÃO DE METAS, JORNADAS, ALEGRIAS E SAUDADES!

nag bald em mutig, Auf Wiedersehen

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

PINGO É LETRA


AMIGOS,

estou (ESTAMOS) no meio de uma batalha muito especial, onde guerreamos com o que há de melhor na humanidade!


Músicas
Bom humor
Tirinhas
Metas
Estudos
Livros
Filmes
Fotografias
e muito guaraná


O blog, aos meus olhos, é/virou um instrumento bélico de combate a idiotice, intolerância e outras coisas que a humanidade (nós, mesmo que sem querer) ainda insiste em fazer.

Gosto daqui e da idéia de ser uma catapulta de virús a corromper a base de madeira ruim, porque afinal, somos madeira de lei.... e o resto vc sabe...

o koutzii, e dai?

A guerra cresceu, novos fronts de combate à canalhice apareceram, por isso o blog fica sem alimento e perde a fome!!


(pegou o trocadilho antagônico? hã hã? sacou? Sem alimento ficamos sem fome).
É, é verdade, sampliei a idéia do Fome de Tudo da Nação!


O pior, que as batalhas sangrentas e os novos fronts de batalha não são temporários e fará com o número de postagem caia, pelo menos da minha parte!

somando todos, eu, FM, Tarso, Danilo, Dandara e logo mais a Tatiana (primeiro anista de geografia na UFPE) acredito que teremos no mínimo duas postagens por semana, ou talvez 3, vai saber!

Alguém sugere algo, para darmos alimentos e fustigarmos a fome?

Enquanto isso, baixem aqui o segundo melhor disco que já baixei!!!!! HIPYNOTC BRASS ESSEMBLE!!!

É INACREDITÁVEL!

Perna Cabeluda

A história medonha da vez é sobre a Perna Cabeluda. Dizem as más línguas que foi inventada pelo Jota Ferreira (hahaha) lá nos anos 70, mas isso são firulas! Quem já teve o desprazer de conhecer a dita cuja conta que é somente uma perna, sem corpo, coberta de pelos asquerosos, que se desloca aos pulos e é atraída por havainas viradas de cabeça pra baixo. A Perna tem o costume de dar poderosos chutes, geralmente nos traseiros das vítimas. Na época que surgiu o boato, várias pessoas apareciam no Hospital da Restauração machucadas dizendo que foram atacadas pela Perna. Diziam que pra ela poder ir embora, só se você estivesse com um prestobarba amarelo virgem, porque se não necas.

E nada melhor pra fechar a história do que um documentário sobre a Perna Cabiluda, de Beto Normal, Marcelo Gomes, João Júnior, Gil Vicente (1997). Esse é classe!

CUBA POR C.A. SARDENBERG

LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO QUE CARLOS ALBERTO SARDENBERG ESCREVE E TRABALHA NA GLOBO, MAS É UM CARA SENSATO, VALE A PENA LER O QUE ACHA DESSA NOVA ETAPA DE CUBA!!!

Liberalização de Cuba Postado por Carlos Alberto Sardenberg (no blog do G1) em 19 de Fevereiro de 2008 às 19:06

Esse é o nome do jogo em Cuba. Quando e como serão a abertura política - na direção de mais liberdades individuais e democracia - e a abertura econômica - na direção da propriedade privada e da economia de mercado.

Isso parece inevitável, tão logo os cubanos recuperem algum controle sobre suas vidas e a de seu país.

Cuba é uma das duas últimas ditaduras socialistas que sobraram do tempo da Guerra Fria. A outra é a Coréia do Norte, ambas do século passado, sem qualquer perspectiva nos tempos da globalização capitalista.

Grosso modo, há três modelos de transição do socialismo para o capitalismo:

1. O chinês - o mais antigo, iniciado em 1978: introdução acelerada da produção capitalista, baseada essencialmente em investimentos estrangeiros no lançamento ds reformas. Tudo isso com a ditadura do Partido Comunista. O Vietnã pratica esse modelo. Dizem que é o caminho preferido de Raul Castro;

2. O modelo dos países da Europa do Leste - democratização e introdução da economia de mercado em processos simultâneos e organizados, com apoio de uma grande potência, a União Européia. (Com isso sonham as organizações de cubanos instalados na Flórida).

3. O modelo russo - o socialismo desaba em meio ao caos, antigos dirigentes ficam com as estatais, tornam-se barões de um capitalismo selvagem, com um regime político que parece democracia, mas no qual imprensa e partidos são controlados pelo Kremlim.

Provavelmente, o Partido Comunista cubano vai reagir a qualquer abertura política mais profunda, apostando que os cubanos se esquecerão disso se o país engrenar num surto de crescimento econômico à chinesa.


(Analisei esses pontos com mais detalhes no ano passado, em artigos para O Globo. Podem ser encontrados em http://www.sardenberg.com.br/, seção Política Econômica. É só buscar por Fidel que os artigos aparecem)

LAVE AS MÃOS


UFPE SEGUNDA FASE

SABEMOS DO ATRASO, MAS POR MOTIVOS DE FÉRIAS MAIORES, ATRASAMOS UM POUCO, QUASE NADA, A PROVA E O GABARITO DA SEGUNDA FASE DA UFPE!!

OBRIGADO PELA PACIÊNCIA!


01. Levando-se em consideração a importância de se
estudar e compreender o comportamento e a
dinâmica de uma população, algumas afirmativas
foram colocadas para que sejam analisadas.

0-0) No Brasil, além do Recenseamento que foi
realizado no ano 2000, o IBGE, em 2007, fez
uma Contagem Populacional, investigando um
subconjunto de características da população
em um universo que não correspondeu a todo o
território nacional mas apenas os municípios
com até 170.000 habitantes.

1-1) O pós Segunda Guerra Mundial foi o período de
maior e mais rápido crescimento demográfico,
em virtude da grande elevação que houve nas
taxas de natalidade, apesar da manutenção das
altas taxas de mortalidade.

2-2) O tamanho médio das famílias varia nas
diversas partes do mundo. Assim, na África e
na Ásia elas são maiores do que na América do
Norte e na Oceania.

3-3) Ao contrário dos Neomalthusianos que vêem no
ainda elevado crescimento populacional dos
países periféricos, o principal obstáculo ao
desenvolvimento, os adeptos da teoria
demográfica Reformista ou Marxista
consideram que é a própria condição de fome e
de miséria que acarreta o grande crescimento
populacional naquele grupo de países.

4-4) Existem países que podem ser classificados
como populosos mas que não são densamente
povoados. É o caso, por exemplo, do Canadá.

RESPOSTAS: VFVVF

02. As proposições abaixo se referem a questões
relativas à estrutura agrária e à existência da fome.
Analise-as.

0-0) Do ponto de vista científico e técnico, a fase
moderna do desenvolvimento da atividade
agrícola teve sua origem na Inglaterra, no
século XVIII, com o advento da Revolução
Industrial.

1-1) A concentração da propriedade da terra é
característica da economia rural brasileira,
tendo sua origem na Lei de Terras de 1850.

2-2) A carcinicultura é uma atividade econômica que
vem se expandindo muito na Região do
Nordeste brasileiro, nos últimos anos. Contudo,
ela vem causando sérios transtornos
ambientais ao ecossistema dos mangues e às
áreas de florestas de babaçu que estão sendo
desmatadas para ocupação com a atividade.

3-3) Os minifúndios são as pequenas propriedades
produtivas do país com uma extensão pouco
superior a do módulo rural.

4-4) A fome existente no mundo está mais
relacionada a causas políticas e econômicas do
que mesmo às condições naturais adversas ao
desenvolvimento da atividade agropecuária ou
mesmo à falta de alimentos.

RESPOSTA: VFVFV

03. A economia mundial, em 2007, continua
apresentando um forte crescimento, com previsão de
fechar o ano com taxa superior a 5,0%, segundo o
Fundo Monetário Internacional (FMI). Diante do
enunciado, analise as proposições abaixo.

0-0) A China e a Índia lideram o crescimento dos
países emergentes, acompanhado da Rússia,
com perspectivas de crescerem a uma taxa
estimada em 8% ao ano.

1-1) Os países centrais, representados pelo Grupo
dos 7, deverão ter um menor crescimento, em
2007, ficando este em torno de 2,6 % ao ano,
como conseqüência da desaceleração da
economia norte- americana.

2-2) Os países da Europa e o Japão apresentam
uma expansão moderada, mas consistente, o
que contrabalança, a nível internacional, o
arrefecimento econômico dos Estados Unidos.

3-3) A forte expansão do investimento cujas taxas
recentes aproximam-se dos 10%, cria
condições mais sustentáveis para o
crescimento da economia brasileira, em torno
de 4,4%, no ano de 2007, favorecido, também,
pelas melhores condições do mercado de
trabalho, pela elevação dos rendimentos reais e
pela expansão do crédito.

4-4) Normalmente, a instabilidade financeira global
não exerce influência sobre as previsões que
dizem respeito à evolução da economia
mundial.

RESPOSTA: VVVVF

04. Observe o mapa do Brasil com a sua divisão em
regiões geográficas, relacionando-o com as
proposições abaixo apresentadas.
0-0) O Brasil apesar de ser um país de dimensões
continentais, apresenta poucas diversidades
geo-sócioambientais.

1-1) Apesar dessa divisão regional brasileira
apresentada no mapa ser a oficial do IBGE,
utilizada para fins estatísticos e de
planejamento, existe, mais recentemente, uma
outra regionalização do país que, privilegiando
a realidade sócio-econômica, admite a
existência de apenas três regiões: Amazônia,
Nordeste e Centro-Sul. Contudo, esta divisão
não é a oficial do país.

2-2) O rio São Francisco, conhecido como rio da
“integração nacional”, nasce em Minas Gerais,
na região Sudeste brasileira e, no Nordeste,
banha os Estados da Bahia, Pernambuco,
Alagoas e Sergipe.

3-3) A porção oriental da região nordestina
corresponde à sub-região do Litoral-Mata que
se limita, a Oeste, com o Agreste, sub-região
situada em áreas do maciço da Borborema.

4-4) A divisão regional adotada pelo IBGE é
conhecida também, como divisão políticoadministrativa
brasileira.

RESPOSTAS: FVVVF

05. As alternativas abaixo se referem a aspectos da
economia de alguns países do mundo. Analise-as.

0-0) Os Estados Unidos participam do bloco
econômico representado pela Cooperação
Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC), junto
com o Canadá, com alguns países da América
Latina, da Ásia, da Oceania e da África.

1-1) A área de maior concentração das indústrias
japonesas é o centro-sul do país, estando os
seus complexos industriais localizados,
principalmente, no litoral. Tóquio, Yokoama,
Osaka são importantes centros industriais.

2-2) Hong Kong é um dos Tigres Asiáticos que tem
como base de sua economia, o setor portuário
e os bancos, além de contar com uma
importante indústria química.

3-3) A Itália é um pais da Europa caracterizado por
um grande contraste geoeconômico entre a sua
porção norte, onde domina a atividade agrícola
e o sul industrial onde se localizam centros
como Turim, Milão e Gênova.

4-4) A Comunidade dos Estados Independentes
(CEI) formada, em 1991, é constituída pela
Rússia e pelas quinze repúblicas que
integravam a União Soviética.

RESPOSTAS: FVVFF

06. Ao longo de sua história, o homem utilizou diferentes
fontes de energia: a dos próprios músculos, o fogo, a
tração animal e tantas outras formas. Foi a partir do
Século XVIII que ele passou a fazer uso das
chamadas fontes de energia modernas. Com relação
a esse assunto, analise as proposições abaixo.

0-0) O carvão mineral foi a fonte de energia que
exerceu importante papel na Primeira
Revolução Industrial, se mantendo como fonte
de energia básica até a primeira metade do
Século XX, quando foi suplantado pelo petróleo.

1-1) Para muitos estudiosos, uma fonte alternativa
de energia para o Século XXI, abundante nas
áreas de clima tropical e subtropical é a hulha.

2-2) A descoberta divulgada recente pela Petrobrás,
de grandes reservas de petróleo e gás natural,
no campo de Tupi, na bacia de Santos poderá,
segundo o Governo brasileiro, tornar o país, um
grande exportador de petróleo. Contudo, esta
reserva se encontra localizada a uma
profundidade ainda não explorada
economicamente pela Empresa.

3-3) A região da Bretanha, na França em função da
pouca amplitude das marés, faz uso de uma
fonte de energia renovável representada pelos
ventos.

4-4) Além da cana de açúcar, outras fontes da
biomassa tropical podem ser utilizadas para a
produção de combustíveis para motores, a
exemplo do dendê, da mamona, do babaçu, da
celulose, entre outros.

RESPOSTAS: VFVFV

07. Os analistas de mercado projetam que a economia
de Pernambuco deverá crescer em seu Produto
Interno Bruto (PIB), a uma taxa de 3,9%, em 2007.
Diante do enunciado, quais os fatores determinantes
para esta expectativa de crescimento do Produto
estadual, em 2007?

0-0) A agropecuária de Pernambuco vem
apresentando crescimento, face ao
comportamento favorável da avicultura e das
lavouras temporárias e permanentes, a
exemplo da cultura da cana de açúcar e da
fruticultura.

1-1) A indústria de transformação no Estado tem
apresentado resultados favoráveis, tendo como
destaque, o crescimento na construção civil e
na produção das indústrias de alimentos e
bebidas, de produtos químicos e de minerais
não metálicos.

2-2) A aceleração no crescimento da formação bruta
de capital fixo (máquinas e equipamentos) e a
evolução do consumo das famílias indicam
expectativas mais favoráveis à expansão da
economia pernambucana.

3-3) Dos segmentos que integram o setor Terciário,
a performance do comércio é destaque na
contribuição do crescimento desse setor.

4-4) A elevação do consumo das famílias em
decorrência da evolução positiva na massa de
rendimento dos ocupados no mercado de
trabalho e da expansão nominal do crédito para
pessoas física.

RESPOSTAS: VVVVV

08. As alternativas a seguir se referem aos aspectos do
processo de integração nas diferentes fases de
formação de um bloco econômico. Analise-as.

0-0) A Zona de Livre Comércio corresponde à fase
em que as tarifas alfandegárias são reduzidas
ou mesmo eliminadas e as mercadorias
produzidas no âmbito dos países que compõem
esta Zona, circulam livremente de um país para
outro e para o exterior.

1-1) Na fase da União Aduaneira, além das
mercadorias produzidas no âmbito do bloco
circularem livremente de um país para outro, é
estabelecida uma tarifa externa comum (TEC),
para o comércio com os países que não
formam o bloco. Esta fase é caracterizada,
também, pela livre circulação de pessoas.

2-2) No Mercado Comum, além do livre comércio de
mercadorias entre os países membros do bloco
e da existência de uma TEC para o comércio
com paises de fora do bloco, ocorre a
existência no bloco, da livre circulação de
pessoas, de serviços e de capitais.

3-3) Na fase da União Monetária, o bloco tem
características da fase de Mercado Comum,
somando-se a estas, uma unificação
institucional do controle do fluxo monetário e é
estabelecida uma moeda única.

4-4) A União Política representa a fase em que o
bloco além de apresentar definições legais da
União Monetária, tem unificada, as políticas de
relações internacionais, defesa, segurança
interna e externa.

RESPOSTAS: FFVVV

09. A análise do bloco-diagrama esquemático,
apresentado a seguir, permite que se façam as
seguintes considerações:
0-0) a área representada está desenvolvida sobre
uma estrutura rochosa granítica e eruptiva, que
facilita o desenvolvimento de um relevo plano.

1-1) não há indícios, na paisagem, de fenômenos
tectônicos que acarretaram rupturas da massa
rochosa.

2-2) observam-se numerosas feições de relevo,
típicas da morfologia desses corpos rochosos,
conhecidas como “dolinas”.

3-3) a área está apresentando um desenvolvimento
geomorfológico que se faz presente interna e
externamente.

4-4) as paisagens geomorfológicas observadas são
típicas de rochas carbonatadas, que evoluem
com a ação química, sobretudo, da água e do
CO2.

RESPOSTAS: FFVVV

10. O Estado de Pernambuco corresponde a apenas
1,16% do espaço territorial nacional, apesar de ser
um dos mais povoados. Sobre as características
geográficas desse Estado, é correto afirmar que:

0-0) as diferenciações climáticas no território
resultam, sobretudo, da quantidade e da
distribuição das chuvas, uma vez que as
variações térmicas são pouco significantes.

1-1) durante muito tempo, o Planalto da Borborema
constituiu-se em uma barreira que separava o
núcleo canavieiro da parte oriental do núcleo
pastoril e produtor de algodão da porção
ocidental.

2-2) a parte oriental do Estado possui um regime
pluviométrico que é determinado pelas invasões
de sistemas atmosféricos tropicais e
extratropicais.

3-3) nas “áreas de exceção” do Agreste se instalou
um sistema agrícola policultor, representado
sobretudo por culturas de frutas, mandioca e de
tomate; nessas áreas há grande difusão da
pequena propriedade.

4-4) a maior parte do Estado desenvolve-se sobre
uma estrutura geológica do tipo bacia
sedimentar, que foi arrasada por prolongadas
fases de pediplanação.

RESPOSTAS: VVVVF


11. Observe atentamente o mapa a seguir, onde estão
delimitados os grandes domínios climáticos do Brasil.
Com relação a esses domínios indicados pelos
números, é correto dizer que:
0-0) o domínio 1 corresponde à área do país que
apresenta um regime pluviométrico
profundamente subordinado às invasões de
sistemas frontais.

1-1) o domínio 2, cuja porção ocidental exibe um
amplo mosaico de paisagens vegetais xerófilas,
tem um regime pluviométrico associado a
sistemas atmosféricos extratropicais.

2-2) o domínio 3, nitidamente semi-árido, notabilizase
pelas secas periódicas, cuja causa principal
é o fenômeno “La Niña”, verificado no Atlântico
Sul.

3-3) o domínio 4 é típico de áreas de transição
climática; representa a área do país onde as
mínimas térmicas são as mais significativas.

4-4) o domínio 5 é notadamente tropical, mas em
pleno domínio equatorial, e se caracteriza por
possuir uma estação seca mais prolongada,
que favorece a ocorrência de cerrados.

RESPOSTAS: FFFVV

12. A Deriva dos Continentes e a Teoria da Tectônica de
Placas são os dois modelos teóricos das geociências
que, no século XX, causaram uma revolução dos
conceitos relativos, sobretudo, aos processos
geológicos internos. Sobre esses assuntos, o que é
correto afirmar?

0-0) A hipótese da Deriva dos Continentes foi
elaborada pelo geógrafo Alexander Von
Humboldt e se apoiou na teoria do “Caos
Continental”, estruturada por Ratzel.

1-1) A hipótese da Deriva dos Continentes propõe
que o posicionamento relativo das massas
continentais mudou de forma considerável ao
longo do tempo geológico.

2-2) A teoria da Tectônica de Placas fornece uma
explicação geométrica e cinemática de como a
expansão do fundo oceânico e a deriva das
placas litosféricas ocorrem numa superfície
aproximadamente esférica.

3-3) A velocidade e a taxa de expansão das placas
litosféricas variaram ao longo do tempo
geológico, demonstrando, assim, que as forças
responsáveis pelos movimentos dessas placas
também modificaram-se.

4-4) Os aspectos paleoclimáticos que foram
apresentados pelo autor da hipótese da Deriva
dos Continentes não podem ser empregados
como argumentos favoráveis à teoria da
Tectônica de Placas.

RESPOSTAS: FVVVF

13. As águas fluviais têm uma importância básica para a
sociedade. Desde as primeiras civilizações, o ser
humano sempre viveu ligado aos rios. Sobre esse
assunto, o que é correto dizer?

0-0) A quantidade de água que passa por um
determinado ponto de um rio, numa unidade de
tempo, corresponde ao débito fluvial.

1-1) os rios que possuem um regime do tipo tropical
são aqueles que apresentam enchentes no
inverno e vazantes no verão; esse é o regime
dos rios do Centro-Oeste brasileiro.

2-2) A quantidade de água que um rio recebe
depende da área da bacia e da intensidade e
regime das precipitações ao longo do ano.

3-3) Denomina-se abrasão o desgaste provocado
pelas partículas carregadas pelas águas fluviais
nas margens e no leito.

4-4) A cobertura florestal, especialmente no mundo
tropical, contribui para a diminuição do
assoreamento dos rios, mas não interfere no
regime fluvial.

RESPOSTAS: VFVVF

14. A composição e a dinâmica da atmosfera terrestre
são dois temas de grande importância para a análise
geográfica. Sobre esses temas, o que é correto
afirmar?

0-0) Nas proximidades do solo, o ar atmosférico é
composto predominantemente de nitrogênio,
vindo, em seguida, o oxigênio; o vapor d’água e
o gás carbônico existentes no ar absorvem a
radiação emitida pelo solo.

1-1) Quando o ar atmosférico encontra-se muito
carregado de poeira, o pôr-do –sol se apresenta
com uma cor avermelhada, a cor avermelhada
no por-do-sol apresenta-se também em função
de uma camada mais espessa de atmosfera a
ser atravessada pelos raios solares.

2-2) A camada de O3 existente na camada mais
baixa da atmosfera, em contato com a
superfície da crosta terrestre, absorve as
radiações ultravioletas emitidas pelo Sol.

3-3) A distribuição da energia e a configuração dos
centros de altas e baixas pressões criam
condições necessárias para a existência da
circulação geral da atmosfera.

4-4) Na zona equatorial, em face das baixas
pressões e das elevadas temperaturas, o ar
atmosférico é, caracteristicamente, dotado de
movimentos subsidentes e divergentes.

RESPOSTA: VVFVF

15. As formações vegetais, observadas na superfície
terrestre, sofrem influências diretas e indiretas de
numerosos fatores estáticos e dinâmicos. Com
relação a esse tema, é correto afirmar que:

0-0) a altitude e a latitude são dois fatores estáticos
que influenciam consideravelmente a
distribuição das espécies vegetais sobre a
superfície terrestre, propiciando uma zonação
fitogeográfica.

1-1) nas zonas frias, a vegetação de tundra é
grandemente submetida à influência da luz; as
plantas têm que se reproduzir muito
rapidamente, produzindo, portanto, um grande
número de sementes.

2-2) as florestas pluviais são típicas de ambientes
quentes e úmidos, geralmente sem expressivas
variações de umidade; os solos nesses
ambientes são repletos de húmus.

3-3) as pradarias, que dominam em ambientes
temperados, de precipitações reduzidas,
caracterizam-se pelas gramíneas altas, que
morrem, na superfície, no período de inverno.

4-4) nos ambientes tropicais, a existência dos solos
lateríticos é a principal condição para que se
desenvolvam as florestas latifoliadas
perenifólias, em face das facilidades oferecidas
à penetração das raízes das árvores.

RESPOSTA: VVVVF

16. É inegável que a economia brasileira avançou em
vários aspectos, nos últimos anos. Embora o país
conte com um expressivo mercado interno e um
parque produtivo diversificado, a competitividade
permanece travada por diversos fatores, tais como:

0-0) inflação elevada para os padrões latinoamericanos.

1-1) alta carga tributária.

2-2) juros elevados.

3-3) crescimento negativo do PIB.

4-4) deficiências na infraestrutura.

RESPOSTA: FVVFV